Terça, 28 Janeiro 2020 10:41

Giro MM: Grammy 2020, Na Moral, SescTV, Midas Music e mais Destaque

Escrito por Redação Mundo da Música
Avalie este item
(0 votos)
Billie Eilish e Lizzo vencem Grammy 2020; Kell Smith e Marcello Lobatto, cantora assina com a Na Moral; SescTV exibe homenagem à Luiz Gonzaga; Midas Music assina com Joelma Billie Eilish e Lizzo vencem Grammy 2020; Kell Smith e Marcello Lobatto, cantora assina com a Na Moral; SescTV exibe homenagem à Luiz Gonzaga; Midas Music assina com Joelma Divulgação

O Grammy 2020 aconteceu no último domingo (26) e os resultados das premiações já entraram para a história da indústria da música.

Billie Eilish, de apenas 18 anos, se tornou a segunda artista na história a ganhar nas quatro grandes categorias da premiação: Revelação, Melhor álbum, Melhor Gravação e Melhor Música do Ano.

Tivemos destaque também para a cantora Lizzo que ganhou três Grammys: Melhor Performance de Pop Solo, Melhor Performance de R&B tradicional e Melhor Álbum de Música Urbana.

O Giro MM dessa semana também trouxe novas entradas de artistas no castings: Kell Smith faz parte agora da Na Moral e a cantora Joelma, assinou com a Midas Music.

Veja também detalhes da exibição inédita da homenagem à Luiz Gonzaga com Otto, Mariene de Castro, Lirinha e Uli que celebram a trajetória do sertanejo que influencia a música popular brasileira, até os dias atuais no SescTV.

Saiba mais:

Grammy 2020

Billie Eilish foi a grande vencedora do Grammy 2020 no último ano (26).

A cantora de 18 anos venceu as quatro categorias principais – revelação, melhor álbum ("When We all Fall Asleep, Where Do We Go"), melhor música e melhor gravação ("Bad guy") – e também melhor álbum de pop vocal.

Ela se tornou a segunda artista da história a vencer nas maiores categorias no mesmo ano e a mais jovem a conseguir todos. Christopher Cross era o único desde suas vitórias em 1981.

A cantora Lizzo, destaque na cena Pop, também levou três Grammys: Melhor Performance de Pop Solo, Melhor Performance de R&B tradicional e Melhor Álbum de Música Urbana.

Confira os vencedores das principais categorias abaixo e para ver a lista completa dos vencedores, clique aqui.

 

Gravação do ano

  • "Hey, Ma" - Bon Iver
  • "Bad Guy" - Billie EiIish
  • "7 Rings" - Ariana Grande
  • "Hard Place" - H.E.R
  • "Old Town Road" - Lil Nas X ft.Ray Cyrus
  • "Talk" - Khalid
  • "Truth Hurts" - Lizzo
  • "Sunflower" - Post Malone & Swae Lee

Álbum do ano

  • "I, I" - Boniver
  • "Norman F***ing Rockwell" - Lana Del Rey
  • "When We all Fall Asleep, Where Do We Go" - Billie Eilish
  • "Thank U, Next" - Ariana Grande
  • "I Used to Know Her" - H.E.R
  • "7" - Lil Nas X
  • "Cuz I Love You" - Lizzo
  • "Father on the Bride" - Vampire Weekend

Revelação

  • Black Pumas
  • Billie Eilish
  • Lil Nas X
  • Lizzo
  • Maggie Rogers
  • Rosalía
  • Tank and the Bankas
  • Yola

Melhor perfomance de rap/vocal

  • "Higher" - DJ Khaled ft. Nipsey Hussle & John Legend
  • "Drip Too Hard" - Lil Baby & Gunna
  • "Panini" - Lil Nas X
  • "Ballin" - Mustard ft. Roddy Ricch
  • "The London" - Young Thug ft. J. Cole & Travis Scott

Música do ano

  • "Always Remember Us This Way" (gravada por Lady Gaga)
  • "Bad Guy" (gravada por Billie EiIish)
  • "Bring My Flowers Now" (gravada por Tanya Tucker)
  • "Hard Place" (gravada por H.E.R)
  • "Lover" (gravada por Taylor Swift)
  • "Norman F***ing Rockwell" (gravada por Lana Del Rey)
  • "Someone You Loved" (gravada por Lewis Capaldi)
  • "Truth Hurts" (gravada por Lizzo)

 

 

Melhor álbum rap

  • "Revenge of the Dreamers III" - Dreamville
  • "Championships" - Meek Mill
  • "I am > I was" - 21 Savage
  • "Igor" - Tyler, The Creator
  • "The Lost Boy" - YBN Cordae

Melhor performance de pop solo

  • "Spirit" - Beyoncé
  • "Bad Guy" - Billie Eilish
  • "7 Rings" - Ariana Grande
  • "Truth Hurts" - Lizzo
  • "You Need to Calm Down" - Taylor Swift

Melhor álbum pop

  • "The Lion King: The Gift" - Beyoncé
  • "When We all Fall Asleep, Where Do We Go" - Billie Eilish
  • "Thank U, Next" - Ariana Grande
  • "No. 6 Collaborations Project" - Ed Sheeran
  • "Lover" - Taylor Swift

Melhor álbum pop com vocal tradicional

  • "Sì" - Andrea Bocelli
  • "Love (Deluxe Edition) - Michael Bublé
  • "Look Now" - Elvis Costello & The Imposters
  • "A Legendary Christmas" - John Legend
  • "Walls" - Barbra Streisand

Melhor performance de duo/grupo pop

  • "Boyfriend" - Ariana Grande & Social House
  • "Sucker" - Jonas Brothers
  • "Old Town Road" - Lil Nas X featuring Billy Ray Cyrus
  • "Sunflower" - Post Malone & Swae Lee
  • "Señorita" - Shawn Mendes & Camila Cabello

Melhor música de R&B

  • "Could've Been" - H.E.R ft. Bryson Tiller
  • "Look At Me Now" - Emily King
  • "No Guidance" - Chris Brown ft. Drake
  • "Roll Some Mo" - Lucky Daye
  • "Say So" - PJ Morton ft. JoJo

Melhor álbum de R&B

  • "1123" - BJ The Chicago Kid
  • "Painted" - Lucky Daye
  • "Ella Mai" - Ella Mai
  • "Paul" - PJ Morton
  • "Ventura" - Anderson .Paak

Melhor álbum de música urbana

  • "Apollo XXI" - Steve Lacy
  • "Cuz I love you (Deluxe)" - Lizzo
  • "Overload - Georgia Anne Muldrow
  • "Saturn" - NAO
  • "Being human in public" - Jessie Reyez

 

Melhor performance de R&B tradicional

  • "Time Today" - BJ The Chicago Kid
  • "Steady Love" - India.Arie
  • "Jerome" - Lizzo
  • "Real Games" - Lucky Daye
  • "Built for Love" - PJ Morton Featuring Jazmine Sullivan

Melhor performance de R&B

  • "Love Again" - Daniel Caesar & Brandy
  • "Could've Been" - H.E.R featuring Bryson Tiller
  • "Exactly How I Feel" - Lizzo featuring Gucci Mane
  • "Roll Some Mo" - Lucky Daye
  • "Come Home" - Anderson .Paak ft. André 3000

Melhor álbum de música alternativa

  • "U.F.O.F." - Big Thief
  • "Assume Form" - James Blake
  • "I,I" - Bon Iver
  • "Father of the bride" - Vampire Weekend
  • "Anima" - Thom Yorke

Melhor álbum de rock

  • "Amo" - Bring Me The Horizon
  • "Social Cues" - Cage The Elephant
  • "In the end" - The Cranberries
  • "Trauma" - I Prevail
  • "Feral Roots" - Rival Sons

Melhor música de rock

  • "Fear Inoculum" - Tool
  • "Give yourself a try" - The 1975
  • "Harmony Hall" - Vampire Weekend
  • "History Repeats" - Brittany Howard
  • "This land" - Gary Clark Jr.

Melhor performance de metal

  • "Astorolus - The Great Octopus" - Candlemass Featuring Tony Iommi
  • "Humanicide" - Death Angel
  • "Bow Down" - I Prevail
  • "Unleashed" - Killswitch Engage
  • "7empest" - Tool

Melhor performance de rock

  • "Pretty Waste" - Bones UK
  • "This Land" - Gary Clark Jr.
  • "History Repeats" - Brittany Howard
  • "Woman" - Karen O & Danger Mouse
  • "Too Bad" - Rival Sons

Melhor música de rap

  • "Bad idea" - YBN Cordae ft. Chance The Rapper
  • "Gold roses" - Rick Ross ft. Drake
  • "A lot" - 21 Savage ft. J. Cole
  • "Racks in the middle" - Nipsey Hussle ft. Roddy Ricch & Hit-Boy
  • "Suge" - DaBabby

Melhor performance de rap

  • "Middle Child" - J. Cole
  • "Suge" - DaBaby
  • "Down Bad" - Dreamville ft. J.I.D, Bas, J. Cole, EARTHGANG & Young Nudy
  • "Racks in the Middle" - Nipsey Hussle ft. Roddy Ricch & Hit-Boy
  • "Clout" - Offset ft. Cardi B

Melhor clipe

  • "We've Got to Try" - The Chemical Brothers
  • "This Land" - Gary Clark Jr.
  • "Cellophane" - FKA Twigs
  • "Old Town Road (Official Movie) - Lil Nas X & Billy Ray Cyrus
  • "Glad He's Gone" - Tove Lo

 

Melhor álbum de jazz latino

  • "Antidote" - Chick Corea & The Spanish Heart Band
  • "Sorte!: Music by JOhn Finbury" - Thalma de Freitas com Vitor Gonçalves, John Patitucci, Chico Pinheiro, Rogerio Boccato & Duduka Da Fonseca
  • "Una noche con Rubén Blades" - Jazz At Lincoln Center Orchestra com Wynton Marsalis ft. Rubén Blades
  • "Carib" - David Sánchez
  • "Sonero: The music of Ismael Rivera" - Miguel Zenón

 

Na Moral

A Na Moral anunciou na última semana (22) que a cantora Kell Smith faz parte do casting do escritório que completa 25 anos este ano.

Além de Kell, a empresa comandada por Marcello Lobatto conta com os artistas: Marcelo D2, Planet Hemp, Bk' e Sain.

 

SescTV

SescTV exibe pela primeira o show Gonzaga Rei, em homenagem ao sanfoneiro, cantor e compositor Luiz Gonzaga, considerado o Rei do Baião.

A trajetória musical do sertanejo é rememorada através das vozes de artistas como Lirinha, Mariene de Castro, Otto e Uli. O espetáculo, dirigido por Romi Atarashi, vai ao ar em 5/2quarta, às 22h.

A apresentação foi gravada em agosto de 2019, no Sesc Pompeia. (Assista em sesctv.org.br/aovivo.)

No palco os artistas cantam composições de Luiz Gonzaga, intercaladas por depoimentos que falam sobre a emoção de homenagear o sanfoneiro, e a importância de Luiz Gonzaga, ou Gonzagão como também era conhecido, para a música popular brasileira.

Mariene de Castro explica que o Rei do Baião é uma referência musical recebida em casa: “Minha avó tocava acordeon e meu avô era caminhoneiro, um sertanejo fã de Luiz Gonzaga. Foi com ele que comecei a escutar suas músicas, aos três anos de idade”, diz Mariene. Para ela o cantor é tão familiar, que a memória dele se confunde com a de seu avô. 

Embalados pela sanfona Uli e Otto fazem o público dançar ao som de Vem Morena (Luiz Gonzaga). Em seguida, a cantora e compositora Uli explica que, embora tenha sido criada na periferia de São Paulo, sua família é tipicamente nordestina.

A artista diz que a cidade sempre recebeu o povo do Nordeste, sua cultura e música. “Por isso que mesmo de longe, Luiz Gonzaga se fazia presente, cantando uma verdade que era minha também”. Segundo ela, Gonzagão é rei porque retrata a verdade de muita gente e conta a história de todas as pessoas.

Depois de interpretar Respeita Januário (Humberto Teixeira), o cantor Otto conta que é nordestino do agreste, e que por isso entende que a obra de Luiz Gonzaga se faz presente em sua trajetória como artista: “Eu vejo ele no folclore e no pop brasileiro. Ele está incorporado a minha obra em primeiro lugar”, explica Otto.

Lirinha e Uli cantam A Morte do Vaqueiro (Luiz Gonzaga e Nelson Barbalho), música importantíssima do Rei do Baião. “Ele compôs essa canção para um primo dele vaqueiro, assassinado em uma emboscada por causa de disputas de terra, no interior do Brasil”, afirma Lirinha. Segundo ele, a música é uma crítica ao descaso feito com os heróis brasileiros, que morrem sem reconhecimento.

Lisonjeado pela oportunidade de mergulhar na obra do sertanejo, Lirinha reitera que Gonzagão é inventor de uma música que consideramos tradicional, mas que ninguém havia feito antes. 

 

Midas Music

Depois de Amado Batista, o Midas Music acaba de assinar um contrato de três anos com a cantora Joelma. A ideia da gravadora é focar na música popular, além de todos os artistas pop e MPB que o Midas já investe.

“Sempre fui fã da Joelma, pelo talento, pela voz e pelo exemplo de mulher. Tê-la na nossa gravadora é uma grande alegria, conta Rick.

“É uma satisfação enorme está fazendo parte de uma gravadora renomada e top como a Midas Music. Um time totalmente preparado e sob a liderança do meu amigo Rick Bonadio”, conta Joelma. “Não foi à toa que escolhi fazer parte e juntos, construiremos uma nova história. Simbora trabalhar”, completa.

O primeiro projeto será lançar o DVD que já foi gravado em Goiânia e incluir duas músicas inéditas, produzidas pela cantora e Tavinho, músico parceiro de Joelma, com direção artística de Rick Bonadio. A previsão é que seja lançado em abril deste ano.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.